Blog

Precificação: o que é e como ela pode ser a resposta para aumentar as vendas

Publicado em: 29/09/2020

A Covid-19 causou diversos movimentos na economia e no mercado de trabalho mundial. No Brasil, muitas pessoas tiveram seu poder de compra reduzido pela perda do emprego ou redução de renda. Houve, ainda, casos de consumidores que, por precaução, resolveram rever seus padrões de vida e de consumo. Dentro desse cenário, cresce a importância do tema precificação no comércio e varejo de diferentes regiões do País. E é sobre isso que vamos falar neste texto.

 

Precificação: o que é?

Precificação é o processo que envolve pensar e definir o preço de um produto ou serviço considerando as estratégias, a sustentabilidade e o crescimento do negócio. Para chegar a esse valor ideal de comercialização, é fundamental fazer um estudo aprofundado de três variáveis: concorrência, custo operacional e custo do produto, como detalhamos no artigo “Saiba a Importância da Precificação para as Vendas”. Em termos práticos, é possível saber se um produto possui um preço adequado fazendo a seguinte equação:

(valor unitário do produto x expectativa de volume de venda) – (custo variável + custo fixo) = lucro

 

Estratégias promocionais fazem parte de uma precificação inteligente

Vale destacar que para ser capaz de traçar uma boa estratégia de preço, o comércio ou varejo precisam contar com uma gestão financeira de qualidade. Ou seja, ter números confiáveis e atualizados em mãos. Feito isso, como apresentamos no artigo “Seu Comércio Usa a Estratégia de Preço Corretamente”, é possível elevar os indicadores de vendas, de faturamento ou de lucro por meio de quatro estratégias promocionais:

_ maximização de faturamento;

_ maximização de mercado;

_ manutenção de preço; e

_ maximização de lucro.

 

Algumas dicas práticas adicionais

Não há mais dúvidas de que os consumidores de todas as idades estão cada vez mais conectados. De dentro do seu PDV, eles podem consultar os preços dos produtos que estão sendo praticados pela concorrência. Assim, sem sair do lugar, é possível verificar em qual local é mais vantajoso adquirir um item. Em resumo: se antes as promoções enganosas não faziam sentido, agora elas caíram por terra de vez.

 

Dessa forma, diante de situações em que o preço de um produto tenha pouca ou nenhuma elasticidade para promocionar, pense em:

_ incluir na prateleira marcas de qualidade, talvez menos conhecidas, porém que ofereçam preços mais acessíveis.

_ baratear os preços por meio de uma linha própria de produtos, que deve ter alta qualidade; e

_ promocionar packs do item para que as pessoas possam comprar mais por menos.

 

Oportunidades em meio a uma crise mundial

 É claro que todos nós gostaríamos que a pandemia nunca tivesse começado. Porém, não dá para negar que momentos de crise como esse nos obrigam a rever o que fazemos e como colocamos em prática determinadas ações. Com boas estratégias, é possível aproveitar esse período para dar novos rumos ao negócio, modernizando ou potencializando a operação.

 

Nesses meses de reflexão, por exemplo, já descobrimos ou comprovamos que:

_ o comportamento do consumidor muda de acordo com o momento do país;

_ cresceu a valorização por delivery, produtos locais e pagamento facilitado;

_ alguns grupos de clientes merecem atendimento diferenciado;

_ sempre há espaço para repensar os layouts das lojas;

_ as prioridades de consumo podem variar bastante; e

_ em muitos casos faz sentido ter um e-commerce.

 

Comunique as novidades de maneira adequada

Sempre que fizer qualquer alteração no seu PDV, seja ela relacionada à operação, estratégias promocionais ou outra que vá impactar a vida do cliente, deixe que os visitantes da sua loja saibam da novidade por meio de cartazes padronizados e sem erro gramatical ou de digitação e informação. Para garantir agilidade na produção dessas peças, considere aderir a um cartazista eletrônico. Esse software para criação e edição de cartazes de oferta e etiquetas de preço garante ao negócio economia de tempo e de recursos financeiros. Não esqueça que essa comunicação visual ficará melhor disposta se você utilizar porta-cartazes como uma opção para evitar as marcas de fita autoadesiva, utilizada normalmente na fixação de cartazes. Se precisar de ajuda, fale conosco.

 

Contato