Blog

Tenha uma loja eficiente: atividades que mais cresceram durante os meses de pandemia

Publicado em: 03/09/2020

O comércio varejista do Brasil apresentou duas altas consecutivas nas vendas desde que o distanciamento social foi recomendado no País como forma de conter os avanços da pandemia. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta foi de 14,4% em maio e 8% em junho, se comparado aos respectivos meses anteriores.

A pesquisa do IBGE aponta, ainda, as atividades de maior destaque no mês de junho, o que pode ser um balizador para que os gestores de PDV entendam quais itens estão sendo mais valorizados pelos consumidores neste período de reclusão. Dessa forma, fica mais fácil elaborar um calendário promocional condizente com a realidade.

 

Sete atividades de destaque

O estudo do IBGE aponta que no mês de junho sete das oito atividades pesquisadas se destacaram em volume de vendas no mês de julho. Elas estão relacionadas a: livros, jornais, revistas e papelaria (taxa de variação de 69,1%, em relação a maio); tecidos, vestuário e calçados (53,2%); móveis e eletrodomésticos (31%); artigos de uso pessoal e doméstico (26,1%); equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (22,7%); combustíveis e lubrificantes (5,6%); e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,7%). No setor de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos houve retração de 2,7%.

 

Pesquise antes de abastecer o estoque

Um dos 10 mandamentos do bom atendimento no varejo recomenda que o líder do PDV faça um mapeamento periódico do mercado de atuação, do público-alvo e da concorrência. Então, antes de abastecer o estoque com os itens mais desejados indicados pela pesquisa do IBGE, é importante reservar um tempo para entender: quem são seus clientes; quais são os desejos, as necessidades e as expectativas dessas pessoas; quem são seus principais concorrentes; qual é o seu posicionamento dentro do mercado de atuação; e quais são as tendências desse mercado.

 

Tenha uma loja eficiente

Agora que você já sabe o que comprar e para quem vende, é hora de focar atenção na mudança de comportamento do consumidor em períodos de pandemia. Em decorrência do distanciamento social, as pessoas têm procurado otimizar suas saídas para as compras, dando preferência aos locais onde vão encontrar o maior número de itens que precisam. Dessa forma, recomendamos que a prioridade seja ter uma loja eficiente, agrupando os produtos e organizando-os por familiaridade de uso. Lembre também que, para atender as recomendações dos órgãos de saúde, o layout da loja precisa ser repensado, como explicamos recentemente em outro artigo.

 

Comunique os clientes sobre as suas ações

Lembre-se sempre de que, dentro do PDV, o cartaz é o principal meio de comunicação entre a loja e o cliente. Dessa forma, é muito importante entender a comunicação visual como uma parte fundamental das estratégias de negócio. Ela deve ser clara e objetiva, porém completa, sem erros gramaticais ou de informação ou digitação. Nesse sentido, nossa recomendação é que o PDV considere aderir ao cartazista eletrônico, programa para fazer cartaz em ambiente online, a qualquer hora e de qualquer lugar. Essa é uma excelente opção tanto para os gestores que pensam em otimizar a mão de obra do cartazista profissional, quanto para aqueles que precisaram colocar esse colaborador no modelo home office de trabalho. Além de agregar economia e agilidade para a operação, a plataforma ainda permite a escolha de temas para cartaz, que pode ser de calendário, de datas comemorativas ou apenas com a logomarca do negócio.

 

Contato