Blog

Otimize a entrega em domicílio do seu negócio

Publicado em: 09/12/2020

Com o fechamento do comércio e do varejo no período mais severo da pandemia, a única opção encontrada pelos PDVs para continuar operando foi implementar o delivery ou aperfeiçoar o serviço de entrega já existente. Afinal, para ser considerada uma loja eficiente, é preciso investir recursos e esforços para atender os desejos, as necessidades e as expectativas dos consumidores.

Aos líderes de negócio que ainda estão com dúvidas sobre o passo a passo para implementar essa comodidade aos consumidores, sugerimos estruturar a operação de delivery com base em cinco perguntas:

 

  1. Quem vai fazer a entrega?

Você pode fazer a entrega por conta própria, mas desde que tenha conhecimento do trabalho, disponibilidade de tempo e equipe disponível e capacitada. Do contrário, prefira contratar uma empresa parceira especializada. Mas não sem antes checar as referências da companhia.

 

  1. Como priorizar os pedidos?

O ideal é separar os pedidos por prazo e localização geográfica. Com essa divisão, é possível avaliar o número de pedidos em cada região e organizar para realizar menos saídas, ainda que ela represente um maior número de paradas.

 

  1. Quanto cobrar pelo frete?

O frete deve, no mínimo, ser capaz de cobrir as despesas que você tem com a ação, lembrando que quanto maior for a distância percorrida e menor for o prazo, maior deve ser a taxa. O valor pode variar, também, de acordo com o produto que está sendo entregue. Há empresas, porém, que optam por uma taxa única para todos os clientes. A escolha deve levar em conta as estratégias do negócio.

 

  1. O entregador está ciente do prazo de entrega?

Cuide para que os seus discursos, verbais ou escritos, sejam condizentes com o que é praticado pela sua equipe. Dessa forma, prefira um prazo mais longo de entrega e surpreender com a antecipação da data. É muito ruim quando um PDV promete um prazo curto de entrega apenas para concretizar a venda e depois decepciona o consumidor com atrasos.

 

  1. Qual é a embalagem mais adequada?

Quando adquire um item, o cliente espera recebê-lo em casa sem avarias. Também vai causar péssima impressão se a embalagem chegar às mãos dele amassada ou rasgada. Dessa forma, tenha cuidado ao escolher a embalagem, especialmente em se tratando de itens sensíveis, frágeis ou perecíveis. Não deixe de orientar o entregador sobre a melhor forma de manuseio.

Ainda que o serviço de delivery esteja muito valorizado, sempre vão existir clientes que preferem escolher ou avaliar os produtos pessoalmente no PDV antes de adquiri-los. Por isso, não deixe de continuar cuidando da sua loja para que ela tenha um ambiente confortável, convidativo e acolhedor, desde a fachada do supermercado, passando pelo estacionamento e até todas as dependências internas.

Para garantir a padronização visual do ambiente vale, inclusive, investir em um cartazista eletrônico, programa para fazer cartaz de supermercado. Com ele o PDV economiza recursos financeiros e tempo da equipe, já que o software funciona em cloud computing, podendo ser operado por qualquer colaborador, independentemente da localização geográfica que ele se encontre.

 

Contato