Blog

Experiências de compras: conheça os hábitos pós-Covid que vão impactar o seu negócio

Publicado em: 25/03/2021

A pandemia tem transformado a vida, o trabalho e os relacionamentos das pessoas. As experiências de compras também foram impactadas. Isso porque, da noite para o dia, boa parte de tudo o que fazíamos presencialmente migrou para o ambiente digital, exigindo do comércio e do varejo rápida adaptação para atender os desejos e as necessidades desse novo consumidor.

Mas o que já se sabe no novo perfil do cliente? Como adequar o PDV a esse novo momento? É sobre isso que vamos falar neste post.

 

O mundo está mais digital

De acordo com dados da pesquisa Ideia de Futuro: O Brasil Pós-Pandemia Pode Ser Melhor?, realizada pelo Instituto Datafolha em parceria com a Globo, 26% dos 2081 brasileiros entrevistados afirmaram que os novos hábitos durante a pandemia os levaram a utilizar mais serviços digitais.

Esse dado tem relação direta com o fato de 92% dos entrevistados terem declarado que passaram a ficar mais tempo em casa, evitando saídas desnecessárias. É importante lembrar que o público 60+ também está mais digital.

 

Cuidado com a saúde virou prioridade

Mais de 80% dos entrevistados declararam que tiveram algum aprendizado positivo com a pandemia. O aspecto mais citado foi o cuidado com a saúde, seguido de solidariedade social e união familiar.

 

Cresce a valorização pelo bem-estar e a relação com a casa

As pessoas têm criado também novos olhares sobre antigos temas, ressignificando a própria vida. Os novos desejos se dividem entre:

  • possuir um estilo de vida saudável (opinião de 93% dos 2081 entrevistados) e sustentável para o meio-ambiente (90%);
  • praticar a fé de alguma maneira (89%);
  • passar mais tempo em atividades com familiares (89%);
  • ter o hábito de cozinhar as próprias refeições (84%);
  • ter contato com a natureza e fazer atividades ao ar livre (84%);
  • buscar desenvolver a própria carreira profissional (82%);
  • pensar em outras fontes de renda além da principal (82%); e
  • investir no conforto e na utilidade da casa (76%).

 

Três formas de adequar o PDV a esse novo momento

 É nítido que as pessoas estão mais interessadas em investir seu tempo nas coisas que realmente importam, enquanto zelam pela própria saúde e bem-estar. Nesse contexto, o comércio e o varejo devem se preocupar em aderir a métodos, processos e tecnologias que garantam experiências de compras fluidas e seguras. Dessa forma, considere:

 

  1. Iniciar ou acelerar a transformação Digital no seu PDV

 Comece garantindo a integração entre as lojas físicas e on-line do seu PDV. Para isso, tenha o cuidado de cumprir quatro passos fundamentais dessa transformação digital: estimular a mudança da cultura da companhia; disponibilizar sinal de wi-fi para clientes e colaboradores; incentivar a equipe a conhecer e promover o e-commerce da loja; e automatizar ações mais operacionais, como a produção de cartazes que pode ser otimizada com o software cartazista eletrônico. Isso vale, inclusive para o pequeno comércio.

 

  1. Oferecer vendas on-line

Em alguns PDVs, o WhatsApp business tem figurado como um balcão de vendas exclusivo ou alternativo do estabelecimento. É por ele que são realizadas vendas de produtos ou agendamentos de visitas à loja, evitando aglomerações indesejadas.

Mas, se fizer sentido para o seu negócio, agora é a hora de estruturar sua operação de e-commerce. Com relação a entrega do item, além do delivery, ofereça ao cliente a opção de retirar na loja. Assim, ele poderá economizar com frete e satisfazer o desejo ou a necessidade de ter acesso rápido ao produto.

Existe, ainda, a possibilidade de aumentar as vendas on-line com a ajuda do UPsell, que cria ofertas do estabelecimento para serem compartilhadas nas redes sociais. Por meio dele é possível também informar o cliente sobre a chegada e reposição de produtos.

 

  1. Facilite o pagamento

Daqui para frente, a tendência é que os pagamentos sejam realizados com o menor atrito possível, de preferência sem o contato físico entre cliente e atendente. Sendo assim, considere aderir às tecnologias de autosserviço e do e-wallet como forma de agregar fluidez e segurança à compra, mantendo o distanciamento social.

 

Não descuide do seu espaço físico

O layout das lojas de varejo e do comércio é muito importante para que os clientes se sintam seguros e confortáveis dentro do PDV. Tenha atenção especial à limpeza, organização e sinalização do local. Assim o consumidor poderá se locomover no interior da loja de uma maneira bastante autônoma, solicitando a ajuda de um atendente com menos frequência.

Com relação à equipe, aliás, é fundamental mantê-la treinada quanto a ofertas, produtos e serviços do estabelecimento, além de estar devidamente orientada quanto às regras de distanciamento social. O objetivo é que esses colaboradores sejam capazes de oferecer um atendimento consultivo, ou seja, não apenas o que o cliente quer, mas também o que ele precisa.

O Ideia de Futuro: O Brasil Pós-Pandemia Pode Ser Melhor? mapeou que 60% dos entrevistados estão otimistas ou muito otimistas com relação a 2021. Que tal adequar o seu PDV, os seus canais digitais e a sua comunicação visual nessa mesma onda de positividade?

 

Contato