Blog

Pix vai afetar o varejo?

Publicado em: 17/12/2020

Novo meio de pagamento criado pelo Banco Central, o PIX chega para facilitar também a vida do varejo, elevando as experiências de compras dos clientes e contribuindo para que o PDV se estabeleça como uma loja eficiente. É importante destacar, porém, que não se trata de um app, mas sim de um sistema para transações financeiras instantâneas, mais rápidas que TED, DOC, boletos e cartões de crédito ou débito.

 

Principais objetivos do PIX

De acordo com informações do Banco Central, além de aumentar a velocidade das transações de pagamentos e transferências, o PIX tem potencial de:

  • preencher uma série de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população;
  • baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar as experiências de compras dos clientes;
  • incentivar a eletronização do mercado de pagamentos de varejo;
  • alavancar a competitividade e a eficiência do mercado;
  • promover a inclusão financeira.

 

Cinco motivos para o varejo aderir ao PIX

O varejo é um dos principais beneficiários do PIX, tendo em vista o volume diário de recursos financeiros recebidos no PDV. Com o novo meio de pagamento, que pode ser facilmente aderido pelos clientes, a loja tende a se beneficiar com:

 

  1. Melhora na gestão do fluxo de caixa

Os líderes de negócio têm controle praticamente em tempo real dos recursos financeiros que entram no estabelecimento.

 

  1. Queda dos custos operacionais

É possível reduzir ou eliminar o uso de diversas máquinas de cartões, o que impacta diretamente na redução ou eliminação de taxas administrativas desses serviços. Além disso, pode-se também reduzir os possíveis custos com transportes de valores.

 

  1. Mais segurança de clientes e do PDV

Com menos dinheiro em espécie em circulação dentro na loja, de certa forma, o PDV fica menos atrativos para os criminosos.

 

  1. Aumento da satisfação do cliente

Todo o sistema do PIX é focado na experiência do usuário, ou seja, a expectativa é que a jornada no seu uso seja sempre intuitiva, fácil, rápida e disponível. Tudo o que o cliente deseja.

 

  1. Otimização do tempo da equipe

Com agilidade no pagamento, os colaboradores do seu PDV responsáveis pelo recebimento de pagamento, certamente, serão mais produtivos.

 

Como o varejista pode receber pelo PIX

Existem duas formas de receber pelo sistema PIX. É possível gerar um QR Code no valor da transação por meio de uma plataforma específica e compartilhar a imagem com o pagador. Há, ainda, a possibilidade de informar ao cliente uma chave PIX que identifique a conta bancária para a qual o recurso financeiro deve ser destinado. Essa chave pode ser um CPF, CNPJ, e-mail ou telefone.

 

Cuidados que o varejista deve ter

Antes aderir ao PIX, é importante que o varejista entenda toda a dinâmica de tarifas, processos e funcionalidades. Caso o estabelecimento possua sistemas de automação para recebimento de pagamento, é fundamental chegar se ele pode ser integrado ao PIX.

 

Avise sobre o PIX na divulgação de promoção

Ao divulgar promoções, não esqueça de incluir no comunicado a facilidade de pagamento via PIX. Caso queira garantir comunicações mais padronizadas, sem erros de digitação, informação ou formatação, considere aderir ao cartazista eletrônico, software para fazer cartaz, que funciona em cloud computing e pode ser operado por qualquer colaborador, independentemente da localização geográfica que ele se encontre. Nós da Tagsell podemos te ajudar nesse sentido.

Ainda não se sabe qual vai ser a adesão dos brasileiros ao PIX. Porém, considerando que o mundo caminha para uma Era cada vez mais digital, é possível que, em pouco tempo esse meio de pagamento esteja entre os mais utilizados. Então, o melhor é manter atenção a esse movimento e se antecipar às tendências.

 

Contato